PT EN   

Atualidade


Notícias

Detido dono de empresa que vendia alarmes fraudulentos a ourivesarias
2017-03-15
A PSP deteve o responsável de uma empresa de instalação e montagem de alarmes em ourivesarias por alegado esquema fraudulento, aproveitando para alertar os cidadãos para os cuidados a ter na contratação destes serviços.

Em comunicado, a PSP explicou que a detenção do responsável ocorreu na sexta-feira, no âmbito da 1.ª Operação Nacional Trimestral realizada por elementos das equipas inspetivas do Departamento de Segurança Privada (DSP) da PSP.

"Os elementos policiais, estrategicamente colocados na sede da empresa e em diversos estabelecimentos de compra e venda de ouro e similares de todo o país, constaram que a empresa alegadamente explorava e geria sinais de alarme sem possuir alvará para o efeito", é referido.

A inspeção, adianta a PSP, permitiu "apurar ainda que a empresa instaladora de alarmes se servia do alvará de uma entidade autorizada, utilizando uma ligação pela internet, ainda que da maioria dos alarmes não resultasse qualquer resposta, iludindo os clientes que os contratavam".

De acordo com a PSP, na sequência do esquema fraudulento deverá resultar, para além da responsabilidade criminal, no cancelamento administrativo do alvará e na responsabilidade civil, uma vez que a maioria dos clientes se julgava protegido quando tal não correspondia à realidade.

Na sequência desta detenção, a PSP alerta e lembra os cidadãos de que a exploração, gestão e monitorização de sinais de alarme só pode ser efetuada por empresas titulares de alvará C, devidamente licenciadas pelo Ministério da Administração Interna, através da Polícia de Segurança Pública.
« voltar