PT EN   

ATUALIDADE


Notícias

ACT pretende utilizar drone em inspeções florestais e campos agrícolas
2016-03-15
A Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) pretende utilizar um novo elemento para as inspeções de trabalho ilegal em florestas e campos agrícolas, mais concretamente um drone, que terá como missão principal localizar trabalhadores em áreas de difícil acesso e de grande dimensão.

De acordo com o Jornal de Notícias, o drone teve um custo de 4.800 euros, e para além das inspeções de trabalhadores ilegais, será também utilizado para situações de trabalho não declarado.

Em declarações ao Jornal de Notícias, Pedro Pimenta Braz, Inspetor-Geral da ACT, declarou que a compra do drone visa “ações inspetivas de grande vastidão de espaços”, bem como para a elaboração de “vídeos técnicos”, tendo sido já utilizado na produção de vídeos de curta duração sobre regras de segurança e saúde no trabalho, sendo que o objetivo é diversificar a utilização do equipamento, declarou o Inspetor-Geral da ACT.

Pedro Pimenta Braz adiantou ainda que o drone facilita a deteção de pessoas, otimiza recursos e poupa tempo.

Recorde-se que ainda segundo o Jornal de Notícias, esta novidade foi comunicada pelos sindicatos dos trabalhadores da Administração Pública e dos inspetores, SINTAP e SIT, num comunicado onde pediram a demissão da atual direção da ACT.
O Inspetor-Geral da ACT indicou ainda que o drone não está ainda a ser utilizado em ações regulares e como tal ainda não foi submetido à autorização da CNPD.
« voltar