PT EN   

ATUALIDADE


Notícias

Conferência PROTEGER 2016 consagra papel agregador da APSEI na Segurança
2016-11-02
A PROTEGER 2016 - 5ª Conferência de Segurança, organizada pela APSEI - Associação Portuguesa de Segurança, juntou durante três dias cerca de 1500 participantes, 100 oradores e 30 expositores.

Entre 18 e 20 de outubro, o Centro de Congressos do Estoril recebeu o único fórum para profissionais que aborda a Segurança de uma forma integrada e com uma dimensão internacional. Empresas e profissionais encontraram-se num evento construído para permitir a permuta de ideias, experiências, boas-práticas e soluções tecnológicas para os principais desafios na proteção de vidas, bens e património.

No âmbito institucional, estiveram presentes vários representantes das principais entidades governamentais e do setor privado ligadas à proteção de pessoas, bens e património, assim como nas sessões solenes, presididas pelo Subinspetor Geral da ACT, Manuel Roxo no primeiro dia, pelo Secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes no segundo dia e pela intervenção da Secretária de Estado Adjunta e da Administração, Isabel Oneto no terceiro dia.

Destaque ainda para a realização da 2.ª Conferência de Segurança Privada que contou com a colaboração das principais entidades públicas e privadas do setor da segurança privada.

Para além do programa de conferências, a Conferência PROTEGER 2016 contou ainda com uma zona de exposição de soluções de segurança e onde estiveram as empresas: Agora, BC Segurança, Bosch Security Systems, Bureau Veritas Certification, Casmar, Centralseg, Contra Fogo, Diid Portugal, Dräger, ET, Exuvent, Implaser, Longo Plano, Matsecurity, MRA Instrumentação, Mundilarme, Nauta, Nibble, P2i, PSG, Pyronix, Salto Systems, Sanco, Securitas, Senilife, Siemens, Sinalux, Tecnilab Portugal, Tecnisis e UTC Fire & Security.

O primeiro dia de Conferência ficou marcado pela presença de Martin Harvey, Presidente da Fire Industry Association, que revelou que os falsos alarmes de incêndio representam, só no Reino Unido, mais de 1.1 mil milhões de euros por ano. Martin Harvey referiu ainda que só em Inglaterra foram registados em 2009/2010 cerca de 285 mil falsos alarmes e em 2015/2016 perto de 214 mil.

Já no segundo dia foram os desafios de segurança na proteção dos soft targets contra atentados terroristas (potenciais alvos com medidas de segurança normalmente reduzidas) que marcaram a agenda. De acordo com Dário Prates, intendente da Polícia de Segurança Pública, estes soft targets são os alvos preferenciais dos terroristas em 75% dos casos, contra os 25% de ataques em hard targets (alvos com fortes medidas de segurança).

O terceiro e último dia da PROTEGER 2016, contou com a intervenção da Secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, que garantiu que relativamente à Lei 34/2013, que estabelece o regime do exercício da atividade de segurança privada, “até ao final do ano está a ser preparada a reformulação do processo legislativo e durante o 1º trimestre de 2017 já queremos ter as primeiras alterações à Lei definidas”.

Além de congratular a organização e todos os oradores presentes na Conferência pela escolha dos temas em debate, Isabel Oneto referiu ainda que “todos estes temas convergem nos trabalhos realizados pela Administração Interna e numa das nossas missões fundamentais: a proteção criminal”. E esta missão pode ser dividida em três linhas de atuação: “o reforço da segurança criminal, a redefinição de algumas funções e a proteção dos cidadãos e dos seus bens”, acrescentou.

Para Ricardo Costa, presidente da APSEI, “a PROTEGER 2016 – 5ª Conferência de Segurança - permitiu à APSEI afirmar-se como uma associação capaz promover a interação entre os principais agentes com responsabilidades na Segurança em Portugal. Ao envolver as principais entidades públicas, empresas e técnicos das áreas da segurança eletrónica e privada, proteção contra incêndio e segurança e saúde no trabalho, a PROTEGER 2016 é, assumidamente, o evento onde todos os profissionais destes setores querem estar presentes. Este é ainda um evento marcado pela dinâmica de partilha de conhecimento entre profissionais e a montra da excelência dos serviços e produtos de segurança disponíveis no mercado”.

Mais informações em www.proteger.pt
« voltar