PT EN   

ATUALIDADE


Notícias

Firefront: projeto de ajuda na deteção e combate de incêndios florestais
2020-07-15
Aprovado em finais de 2018 e iniciado a sua execução em março deste ano, o projeto Firefront pretende utiliza os meios aéreos para detetar focos de incêndio e fazer uma previsão da evolução das frentes do fogo.

Ainda numa fase embrionária, segundo indica o professor Alexandre Bernardino, responsável pelo projeto ao jornal Público, “ainda só foi possível fazer uma recolha de dados em exercícios simulados”, pretendendo “durante este Verão (…) fazer novas recolhas de dados, eventualmente em situações reais de combate”, “primeiro em simulações e depois em situação real”.

Com um papel importante, este o Firefront surge da identificação da “necessidade de haver uma ferramenta que mostre em tempo real a localização e a previsão de progressão de frentes de incêndio para apoiar as forças de combate ao incêndio na tomada de decisão”, explica o professor.

Composto pela parceria de seis entidades (o Instituto de Sistemas e Robótica do Instituto Superior Técnico de Lisboa (ISR/IST), a Força Aérea Portuguesa, a empresa UAVision, o Aeroclube de Torres Vedras, o Instituto de Telecomunicações, a Associação para o Desenvolvimento da Aeronáutica Industrial), este protejo utiliza sistemas de observação inteligentes para otimizar a informação das forças de combate a incêndio, intervindo apenas após a deteção de um incêndio e tendo sido verificado que “a sua extensão ou índice de risco requerem informação geográfica mais rica” para as forças no terreno poderem operar de uma forma mais decisiva.
 
« voltar