PT EN   

ATUALIDADE


Notícias

Hoteleiro britânico condenado a 12 meses de prisão por violação da Lei de SCI
2022-07-22
William Hanson, proprietário do Main Top Hotel, em Cheshire, Inglaterra, foi condenado a 12 meses de prisão, com pena suspensa por 24 meses, multado em 5 mil libras, tendo ainda de completar 35 dias de reabilitação e 80 horas de trabalho não remunerado, depois de se declarar culpado de nove violações dos Regulamentos Britânicos de Segurança contra Incêndio.

O responsável manteve as operações do espaço mesmo depois de ter recebido um aviso de proibição de funcionamento, consequente de uma inspeção em junho de 2019, onde foram encontradas evidências de sérias deficiências e violações dos Regulamentos, incluindo ausência de portas corta-fogo, alarmes de incêndio fora de funcionamento, iluminação de emergência sem manutenção adequada, materiais combustíveis armazenados em caminhos de emergência, extintores sem manutenção e ausência de um plano de evacuação de emergência do hotel.  

O hotel apenas poderia voltar a aceitar clientes após a regularização de todas as infrações detetadas, contudo numa segunda visita ao espaço, em agosto de 2020, os inspetores encontraram hospedes no local, apesar das irregularidades se manterem.

O juiz que acompanhou o caso concluiu que William Hanson  colocou os seus clientes e colaboradores em risco de ferimentos graves ou morte, descrevendo o seu comportamento como “cínico” e “flagrante” ao colocar “o lucro antes da segurança”.


Leia o artigo completo, na sua versão original, no website da FPA

Fonte da imagem: FPA


 
« voltar