PT EN   

ATUALIDADE


Notícias

Videovigilância no centro de Guimarães
2015-11-05
A Associação Comercial e Industrial de Guimarães (ACIG) declarou ser “absolutamente conveniente” a colocação da videovigilância no Centro Histórico de Guimarães. A recomendação surge na sequência de uma morte ocorrida naquela zona na madrugada de sábado.
 
De acordo com a agência Lusa, o presidente desta associação, Manuel Martins, sublinhou o “efeito preventivo” da videovigilância salvaguardando o direito à privacidade dos cidadãos. "É absolutamente conveniente que se instalem câmara naquelas artérias. Isto para segurança quer de moradores, quer de comerciantes, quer de quem ali vai para se divertir. Até porque há um efeito de prevenção nesta medida, dissuasor", referiu o presidente da ACIG.
 
Em declarações à Lusa, o vice-presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Amadeu Portilha, adiantou que a autarquia "já tentou avançar para a instalação de equipamentos de videovigilância no Centro Histórico mas a medida foi travada pela Comissão Nacional de Proteção de Dados".
 
Não obstante, o responsável assegurou que "o Centro Histórico é vigiado, há, desde há muito, num esforço sério para manter o local sob vigilância e, apesar de alguns incidentes que realmente existem, a situação não é das mais graves".
 
A fonte da PSP confirma que "há muitas chamadas àquela zona por causa da barulheira, copos e garrafas partidos, um ou outro embriagado" mas até sábado passado, afirmou, nunca tinha havido “nada de muito grave”.
« voltar