PT EN   


Edições

PROTEGER #38 – A SST e o Trabalho Temporário - Julho de 2019
Publicidade
Artigos nesta edição

SSSTTT (Serviços de Segurança e Saúde do Trabalho para Trabalhadores Temporários)

Responsabilidades da empresa contratante e da empresa de trabalho temporário e a importância do enquadramento ao trabalhador sobre os riscos das suas funções. –  José Manuel Rocha Nogueira, Coordenador do Programa Nacional de Saúde Ocupacional

Equipamentos de Proteção Individual (EPI) — Direitos e Deveres

As principais características que os EPI devem reunir, a fim de protegerem o trabalhador, e a sua adequação à avaliação de riscos da atividade laboral. –  Henriqueta Dias, Técnica Superior de Segurança no Trabalho Direção Técnica da Centralmed – Saúde, Higiene e Segurança, Lda.

Ficha de Aptidão para o Trabalho VS. RGPD

Podem as Fichas de Aptidão para o Trabalho ser substituídas por declarações das Administrações / Direções das empresas? – Rogério Filipe, SIPRP — Sociedade Ibérica de Prevenção de Riscos Profissionais

Trabalhadores temporários e bem-estar no trabalho: estudo com duas amostras portuguesas da indústria

Haverá uma comparação direta entre a natureza do contrato dos trabalhadores e o seu bem-estar? A análise de uma amostra no mercado português. Maria José Chambel, Especialista em trabalho temporário e Professora da Faculdade de Psicologia, Universidade de Lisboa

Outras Edições